Cadastro Unificado

Agora o cadastro de usuarios do site est� unificado, isso significa que voc� n�o precisar� mais fazer um novo cadastro a cada ano, ou ter um cadastro para o Congresso e outro para os Workshops.

Somente com o seu e-mail e senha, voc� ter� acesso a todos os recursos restritos do site.



Login do Usu�rio

N�o � cadastrado ainda?
Cadastre-se agora!

 
 



Desenvolvimento:

 

Ponta Grossa

 
A Cidade
 
 
 
Informações: 
 
Meios de Acesso ao Município - RODOVIAS
 
Rodovia BR 376 - Rodovia do Café - Artéria vital do Estado, é a ligação do Porto de Paranaguá ao Norte e Noroeste paranaense, assim como ligando o Estado com São Paulo e Mato Grosso.
 
Rodovia BR 376/277 - Trecho Ponta Grossa - Curitiba Paranaguá, em pista dupla, é a ligação do Município com o Porto de Paranaguá.
 
Rodovia BR 277 - Proporciona acesso às regiões Oeste e Sudoeste do Paraná. É a porta aberta ao Paraguai e à Argentina.
 
Rodovia PR 151 - Permite ligação com o estado de São Paulo e ao Planalto Central, através do acesso à região Nordeste do Estado. Faz ligação Ponta Grossa - Itararé.
 
Transbrasiliana - Rodovia de ligação Norte-Centro-Sul do Brasil, passando próxima a Ponta Grossa e constituindo-se, no futuro, em uma das mais importantes vias de escoamento da produção.
 
Rodoviária
Terminal Rodoviário
Avenida Visconde de Taunay, 616
 
 
Atrativos Turísticos
 
Parque Estadual de Vila Velha
 
 Com uma área de 3122 hectares, em 12.10.1953, pela Lei n° 2192, foi criado o Parque Estadual de Vila Velha. Em 1966 o conjunto Vila Velha foi tombado pelo Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado.
O Parque é coberto, na sua maior parte por campos naturais. Abriga uma fauna variada: lobos-guará (já raros), jaguatiricas, quatis, gatos-do-mato, cachorros-do-mato, iraras, furão, catetos, veados, tatus, pica-­paus, pombas, perdizes, tamanduás-bandeira e mirins, diversos tipos de aves, etc. Atualmente está sob a administração da Paraná Turismo, e é dividido em 3 áreas distintas:
Arenitos: Extraordinária obra da natureza esculpida pelo tempo, uma região que há 340 milhões de anos estava coberta por um lençol de gelo. Após o degelo, o grande depósito de areia ali existente ficou exposto à ação das chuvas e dos ventos que deram origem a gigantescas figuras no arenito, como camelo, índio, noiva, garrafa, bota, esfinge e a famosa taça.
Furnas: Conhecidas como "caldeirões do inferno" são crateras circulares com aproximadamente 100 m de profundidade e um volume de água que atinge a metade dessa profundidade. Em uma delas foi construído um elevador panorâmico que dá acesso ao seu interior sobre uma plataforma flutuante. As furnas têm origem na estrutura falhada e fragmentada do arenito que concentra e orientam a circulação das águas subterrâneas através de canais em regime torrencial, abrindo, pela desagregação e remoção da areia em profundidade, grandes anfiteatros em forma de cúpula junto às linhas de falhamentos ou nas intercessões com fraturas transversais.
Lagoa Dourada: A Lagoa Dourada com seus 320 m de diâmetro e uma profundidade máxima de 3 m, tem um encanto especial, principalmente ao crepúsculo, quando refletidas pelo sol, suas águas tornam-se douradas. Ao seu redor a vegetação é densa e de grande porte. A Lagoa Dourada tem a mesma origem das Furnas, havendo uma ligação subterrânea entre elas através de um lençol freático. O nível de suas águas é o mesmo das Furnas, ocorrendo, porém, um desnível do solo, razão pela qual as mesmas se constituem em crateras profundas. Mas, a Lagoa pode ser considerada uma furna senil, pois, com o grande assoreamento que recebe, segundo os espeleólogos, já está em fase de extinção.
Informações pelo Tel. (42) 3228-1539 / (0xx41) 3313-3500 / 3254-1516 (Disque Turismo) Localiza-se na BR 376, km 515.
Horário de visitação: quarta-feira a segunda-feira das 8h às 18h
 
Buraco do Padre
 
 Seu nome está relacionado à história dos jesuítas que estiveram no local. Com a finalidade de converter almas para a Cristianismo, os jesuítas trabalhavam com os índios da tradição Umaitá e na região dos Campos Gerais com os índios da tradição Umbu.
O nome "Buraco do Padre" deve-se ao costume dos padres jesuítas dirigirem-se ao alto do platô para concentração, meditação ou descanso Trata-se de uma espécie de anfiteatro subterrâneo. Apresenta em seu interior uma imponente cascata, formada pelo Rio Quebra Perna. Apesar de apresentar-se de maneira diferente, devido à abertura na base, o Buraco do Padre também é uma furna. Do estacionamento ao interior da furna tem-se um percurso de 1 km. Parte da caminhada é feita por um bosque. A trilha é de fácil travessia.
Localiza-se no Distrito de Itaiacoca, a 26 km do centro da cidade de Ponta Grossa.
 
Canyon e Rio São Jorge
 O Rio São Jorge é um límpido e belo curso d'água que desliza entre rochas, formando várias cachoeiras que fazem parte de um cenário deslumbrante. No local ainda pode-se conhecer a belíssima cachoeira que possui um canhão d'água de aproximadamente 25 m de altura, e pinturas rupestres de cerca de 7000 anos. Localiza-se a 15 km do centro. Possui restaurante (refeições por encomenda), sanitários, estacionamento, área para camping. Informações pelo Tel. (42) 3226-3731 / 9973-6915.
Horário de visitação: diariamente das 7h às 22h.
 
Represa dos Alagados
  Na década de quarenta, o Rio Pitangui foi represado, dando origem a um grande lago popularmente chamado Alagados. Além de sua importância hídrica para a cidade, a região de entorno é belíssima, sendo ótima para o lazer e o turismo contemplativo. O lago é rico em peixes, favorecendo a diversão dos afeitos à pescaria. A natação, o remo, o wind-surf, ampliam as motivações do local. Localiza-se a 20 km do centro da cidade, é nessa área de preservação ambiental que se encontra o Iate Clube de Ponta Grossa. No manancial é proibido atividades e esportes que comprometam o meio ambiente (ex. jet-ski).
 
Cachoeira da Mariquinha
 Após um belo percurso pela região de Itaiacoca, passando por várias propriedades rurais, chega-se até o vale do Rio Quebra Perna, onde após caminhar por uma trilha ladeada por formações de arenito e capões de mata nativa chega-se até a belíssima queda, de aproximadamente 30 m. O local não possui lanchonete nem sanitários.
 
Recanto Botuquara
O Recanto Botuquara é uma área de lazer localizada numa das mais belas regiões de Ponta Grossa, que conta com várias piscinas naturais, toboágua, lago para pesca e pedalinhos, trilhas na mata nativa, além de camping e outras atrações. A área possui lanchonete, churrasqueiras e estacionamento, área para camping. Os visitantes podem usufruir do recanto mediante aquisição de ingressos no próprio local. Informações Tel. (42) 3224-3543 (Clinica Veterinária).
Horário de visitação: sábado e domingo das 8h às 18h (durante a semana a visita deve ser agendada)
 
Capão da Onça
 Local de fácil acesso, distando da cidade 16 km em direção ao Distrito de Itaiacoca pela PR 513 (Rodovia do Talco), sendo apenas 1 km de estrada secundária. Constitui-se em um balneário natural com cachoeiras, corredeiras e piscinas naturais. Possui lanchonetes, sanitários simples e o estacionamento não é estruturado.
 
 
Mosteiro da Ressurreição
 O Mosteiro da Ressurreição é uma comunidade de monges beneditinos localizada na área rural de Ponta Grossa. Fundado em 1981, atende a inúmeros leigos e religiosos que, como visitantes ou hóspedes, buscam, momentos de recolhimento, oração e direção espiritual. Os monges também trabalham nos vários ateliês do Mosteiro, produzindo licores, velas artesanais, peças em cerâmicas, pinturas em diversos materiais e paramentos litúrgicas. Além disso, na licoraria são produzidos licores a partir de fórmulas desenvolvidas pelos monges, e guardadas a sete chaves. Em 1994, o Mosteiro tornou-se conhecido nacionalmente, devido a programas especiais e reportagens e a grande difusão do canto gregoriano no Brasil e no exterior. Os sete CDs gravados pelo Coro do Mosteiro já venderam mais de 300.000 cópias. Existem vários horários de orações que são abertas ao público durante o dia. A entrada é franca.
Para se hospedar é necessário fazer reservas pelo Tel. (42) 3228-0043 . Localiza-se na Avenida Souza Naves, km 9.
Horário de visitação: diariamente das 8h às 20h.
 
Museu Campos Gerais
 O Museu foi inaugurado em 1983, num prédio construído na década de 20 que foi o antigo fórum da Comarca de Ponta Grossa e que ainda preserva suas características arquitetônicas originais. Apresenta exposição de caráter eclético, dividida em seções como as de paleontologia, indígena e de ambiente regional, entre outras, e é mantido pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Tel. (42) 3223-7766 . Localiza-se na Rua Engenheiro Schambert, 654.
Horário de visitação: terça-feira a sexta-feira das 8h às 11h30 e das 14h às 17, sábado e domingo das 13h30 às 17h.
 
Museu Época
 O Museu possui um acervo com peças que retratam a história de várias regiões do Brasil, com coleção de moedas antigas, com destaque para duas de ouro, datadas de 1772, espadas utilizadas na Guerra da Argentina, rádios, armas, fotos, diversos telefones, móveis e outros objetos de igual valor históricos. A casa onde o museu está instalado data do século passado, por volta de 1880 e apresenta estilo arquitetônico "Art Noveau". Tel. (42) 3223-1877 . Localizado ao lado da catedral de Sant'Ana, na praça Roosevelt, 56.
Horário de visitação: segunda-feira à sexta-feira das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30, sábado das 8h às 12h.
 
Capela Santa Bárbara
 Construída em 1729 por padres jesuítas que receberam a Fazenda Pitangui como Sesmaria, a Capela Santa Bárbara, um local cercado de mistérios e lendas, recebia moradores de fazendas vizinhas para receber o pasto espiritual e servir aos viajantes que percorriam o caminho dos tropeiros naquela época. A ação do tempo e do homem danificou bastante o templo histórico, em 2003 foi inteiramente restaurada pela Prefeitura Municipal e o Governo Federal.
É necessário transpor uma porteira e conversar com um funcionário para que este abra a capela.
 
Mansão Villa Hilda
 Patrimônio Histórico da cidade, o casarão de 600 m² construído em 1926 por Alberto Thielen, industrial, comerciante e figura de destaque na história de Ponta Grossa, recebe o nome de sua mulher, Hilda Thielen. A casa de estilo arquitetônico francês apresenta dois pavimentos que abrigavam a família e os serviçais da casa. O interior da mansão apresenta pinturas perfeitas que retratam, contrastes e cores, paisagens e motivos europeus além de algumas paisagens locais. Tel. 3901-1590. Localiza-se na Rua Julia Wanderlei, 936.
Horário de visitação: Segunda-feira a Sexta-feira das 13h às 18h.
 
Hospitais
Pronto Socorro Municipal Doutor Amadeu Puppi
Rua Augusto Ribas, 81
Tel. (42) 3220-7800 
 
Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa
Avenida Dr. Francisco Búrzio, 774
Tel. (42) 3026-8000
 
Bancos
Banco Bradesco
Rua Dom Pedro Ii, 423
Tel. (42) 3227-5533
 
Banco do Brasil
Rua Augusto Ribas, 555
Tel. (42) 3225-1144
 
Banco Itaú
Rua Dom Pedro II, 407
Tel. (42) 3227-6611
 
Banco Mercantil do Brasil
Rua XV de Novembro, 338
Tel. (42) 3225-2527
 
Banco Santander Meridional
Avenida Dr. Vicente Machado, 487
Tel. (42) 3225-2355
 
Caixa Econômica Federal
Rua Coronel Francisco Ribas, 200
Tel. (42) 3225-1311
 
Hsbc Bank Brasil
Avenida Dr. Vicente Machado, 109
Tel. (42) 3225-1022
 
Unibanco 30 Horas
Praça Barão do Rio Branco, 217
Tel. (42) 3220-1530
 
Artesanato
Casa do Artesão
Praça Barão do Rio Branco, s/nº
Tel. (42) 3224-6054
Horário de atendimento: Segunda-feira a Sexta-feira das 9h às 18h e aos Sábados das 9h às 12h.
 
CONBREPRO - Congresso Brasileiro de Engenharia de Produção - Ponta Grossa/PR - Todos os Direitos Reservados.